#229e00

#0d4f00

TSE tem recorde de atendimento para regularizar e emitir títulos de eleitor

TSE tem recorde de atendimento para regularizar e emitir títulos de eleitor

A Justiça Eleitoral registrou um recorde no número de pessoas que buscam emitir ou regularizar o título de eleitor para participar das eleições deste ano. Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), foram realizados 7,2 milhões de atendimentos desta natureza nos últimos 30 dias. Em 2018, esse dado ficou em 5,4 milhões, enquanto em 2014 foi de 3 milhões.

Os atendimentos envolvem desde pedidos de novos títulos até mudança do domicílio eleitoral. O eleitor tem até esta quarta-feira (4) para regularizar sua situação a fim de estar apto a votar no pleito deste ano.

Nos últimos dias, o sistema do TSE enfrentou instabilidades. De acordo com a corte, isso ocorreu devido à alta procura à Justiça Eleitoral –nesta terça-feira (3), 770 mil brasileiros foram atendidos e, na segunda, o número foi de 685 mil.

Os atendimentos são realizados tanto na forma presencial nos cartórios eleitorais quanto pelo sistema virtual disponibilizado pelo Judiciário.

O juiz auxiliar da Presidência do TSE e coordenador da Comissão Diretiva de Tecnologia da Informação do tribunal, Sandro Nunes Vieira, afirma que a instabilidade no sistema ocorreu devido à sobrecarga na rede e nega qualquer ataque ao sistema da corte.

“Nós temos apurado que é um problema técnico normal, não é ataque hacker, é situação de excesso de demanda pura e simplesmente. Se tiver qualquer questão mais polêmica, o presidente Edson Fachin com certeza estará informando os meios de comunicação com o dever de transparência que sempre tem sido observado pelo tribunal”, diz.

Ele também justifica que o trabalho vai além da alçada do Tribunal Superior Eleitoral, uma vez que também envolve as cortes estaduais, o que torna mais difícil evitar instabilidades. “Hoje, por exemplo, tivemos problema com a empresa que presta serviço na Paraíba”, exemplificou.

O crescimento na procura da Justiça Eleitoral ocorre em meio ao acirramento do cenário político do país e a campanhas de celebridades para incentivar jovens de 16 a 18 anos a emitirem o título de eleitor.

Na segunda-feira (2), por exemplo, o ator Leonardo DiCaprio estimulou jovens brasileiros a participarem do pleito deste ano. Em dois posts no Twitter nesta segunda, um em português e outro em inglês, ele divulgou links de organizações que ensinam como se cadastrar no Tribunal Superior Eleitoral para obter o documento.

FolhaPress

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print