#229e00

#0d4f00

“Saio com sentimento de dever cumprido”, diz Marcelo Queiroga

Em tom de despedida do Ministério da Saúde, o médico paraibano Marcelo Queiroga afirmou, nesta quarta-feira (21), que acredita ter deixado uma legado para o país nos 21 meses que esteve à frente da pasta.

“Respiro fundo com a certeza de que fiz o melhor que pude pelo maior e mais complexo sistema de saúde de acesso universal, igualitário e gratuito do mundo. O SUS sai fortalecido, e eu com sentimento de dever cumprido”, escreveu  nas redes sociais.

Queiroga defendeu as ações que ele esteve a frente a pasta e disse que nenhum dos ministros que o antecederam participaram diretamente de campanhas como ele, a exemplos da de vacinação contra a Covid-19 e outras doenças.

O paraibano foi escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro em março do ano passado após três ministros deixarem o posto em meio à pandemia de Covid-19. O cardiologista foi titular que mais passou tempo à frente da Saúde no governo Bolsonaro.

Por MaisPB