#229e00

#0d4f00

Paraíba tem 80,5 mil animais na rua e Rafaela Camaraense quer debater construção da Política Estadual de Castração

Paraíba tem 80,5 mil animais na rua e Rafaela Camaraense quer debater construção da Política Estadual de Castração

A Paraíba tem 80,5 mil cachorros e gatos em situação de rua, de acordo com a estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) de que há um animal para cada cinco habitantes no país, e desse número, 10% se encontram em situação de abandono. No Brasil são 30 milhões de animais abandonados. A deputada estadual Rafaela Camaraense (PSB) afirma que este problema precisa de solução por envolver o sofrimento dos animais e ainda ser questão de saúde pública.

Nesta segunda-feira (4), Dia Mundial dos Animais de Rua, a parlamentar disse que levará para a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) o debate para a construção de uma Política Estadual de Castração de Animais. “Vamos debater com a sociedade, ONGs, protetores, prefeitos e Governo do Estado a elaboração de uma política de castração”, disse.

Rafaela Camaraense destacou a importância da castração de animais, como instrumento de fazer o controle populacional, diminuir sofrimento de gatos e cachorros e reduzir proliferação de doenças. “Os pets, cada vez mais, integram as famílias. Paralelo a isso temos uma população crescente de animais em situação de rua, gerando um problema de saudade pública, além de dor e sofrimento para os animais. O Parlamento tem a missão de legislar e buscar soluções para este problema”, disse.

A deputada destacou como exemplo o município de Cuité, sua terra natal, onde a prefeitura mantém com recursos próprios o Centro de Tratamento e Recuperação de Animais e que oferece todos os cuidados com os animais. A unidade possui sala para pequenas cirurgias, área de isolamento, espaço para tratamentos específicos e local para banho. Com a iniciativa, a Prefeitura busca alcançar, de forma gradativa, o controle de natalidade dos animais de rua com a realização de castrações.

Em Cuité, o Centro de Tratamento e Recuperação de Animais já executou 2.414 procedimentos sendo: Cirurgias de urgência e eletivas, um total de 333; atendimentos ambulatoriais, 504; triagem, 656; outros procedimentos, 491; cuidados higiênicos, 400; visita domiciliar, 30. As cirurgias realizadas são: Cesárea, Mastectomia, Castração de macho e fêmea, além de procedimentos de urgência como passagem de sonda, amputação, desbridamento de foco infeccioso.

Debates – De acordo com Rafaela, a proposta principal da Política Estadual de Castração seria disponibilizar unidades móveis de esterilização de animais, que será oferecida à população de baixa renda de forma gratuita, a fim de obter um controle populacional de cães e gatos no Estado; e a realização da esterilização dos animais de rua e oferecimento do serviço de castração para os animais de famílias de baixa renda que possuam interesse no serviço.

Frente Parlamentar – Rafaela Camaraense assumiu a vaga na ALPB destacando a defesa dos animais. Ela solicitou a criação da Frente Parlamentar de Proteção, Bem-Estar e Direito dos Pets, para promover debates dentro com parlamento e com a sociedade sobre a temática.

*Conteúdo de responsabilidade da assessoria de Rafaela Camaraense

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print