#229e00

#0d4f00

Mulher denuncia ter sido agredida por motorista de aplicativo durante corrida em Campina Grande

Mulher denuncia ter sido agredida por motorista de aplicativo durante corrida em Campina Grande

Uma mulher denunciou ter sido agredida por um motorista de transporte por aplicativo, na última sexta-feira (16), em Campina Grande. De acordo com ela, as agressões teriam acontecido porque o homem não quis parar em um novo ponto, adicionado durante a corrida.

Em nota, a Uber – empresa pela qual o motorista prestou o serviço – disse que repudia qualquer tipo de violência contra mulher e que, por isso, a conta do colaborador foi temporariamente desativada. Informa ainda que o caso está sob investigações.

Conforme a denúncia feita à Polícia Civil, as agressões aconteceram na frente da filha da vítima, de apenas sete anos, que estava a caminho da escola. A nova parada foi solicitada para que mãe e filha parassem em um mercadinho e comprassem um lanche para completar a lancheira da criança.

“Eu fiz ‘senhor, foi adicionado no aplicativo. Não foi eu que estou lhe pedindo não’. Aí ele fez, virou com a mão no volante e a outra tentando me dar soco, dizendo eu […] não sou obrigado a parar não. Quando chegou lá no final, ele disse […] você vai sair do meu carro agora. Aí eu fiz ‘eu vou sair do carro’. Aí ele desceu começou a puxar meu cabelo, começou a me bater, eu não pensei duas vezes. Deitei no banco, comecei a chutar ele, que era justamente para afastar ele do carro. Minha filha nervosa gritando, chorando, tremendo, gritando socorro”, relatou

A Polícia Civil seguirá investigando o caso.

Por g1 PB